5 perguntas sobre e-commerce para melhorar vendas

Dicas que podem mudar a relação com o cliente e aumentar a sua base de dados.


27/04/2020 09h41

A crise provocada pelo coronavírus escancarou a necessidade de comerciantes e prestadores de serviço ativarem seus canais digitais. Ser ou não ser uma empresa on-line passou a ser diferença entre fechar ou manter as portas das empresas abertas. Resolvido esse ponto, empresários de todos os portes se depararam com questões básicas na operação das suas plataformas, como, por exemplo, saber se aproximar e abordar o seu cliente.

Esse contato primordial pode melhorar o processo de vendas e até mesmo fazer com que o empreendedor expanda sua base de clientes. Falamos com Thiago Mazeto, diretor de Comercial e Marketing na Tray, unidade de e-commerce da Locaweb, para responder esclarecer dúvidas frequentes de quem está dando os primeiros passos nos negócios on-line. Para ele, um e-commerce que se mantém em pé precisa focar em vender mais de uma vez para o mesmo cliente. “Esse cliente conhece como funciona sua loja, seu atendimento e, principalmente, a qualidade do seu produto”, diz.

 

Qual a melhor forma de adquirir o e-mail dos usuários?

Ter esse dado pode ser decisivo para conseguir atrair seu público. Por isso, a coleta de e-mails dos visitantes da sua própria plataforma é essencial para que, futuramente, você possa direcionar ações para esses contatos que já são possíveis compradores.

Isso faz com que que você crie uma lista confiável e repleta de clientes que demonstraram interesse e autorizaram o recebimento de suas campanhas de e-mail. Para isso, é importante oferecer incentivos ao cliente. Você pode disponibilizar descontos, vantagens ou frete grátis após o cadastro do e-mail.

 

Após adquirir uma boa lista de e-mails, quais são os critérios para envio?

É importante se lembrar de que você está lidando com dados de pessoas interessadas na sua oferta de produtos. Portanto, tenha cuidado em relação à periodicidade com que você dispara e-mails para não acabar perdendo possíveis compradores ao lotar as caixas de entrada. Tendo isso em mente e o produto que o cliente tem interesse, é hora de enviar e-mails falando sobre o item, descontos e promoções.

 

Integrar o e-commerce às redes sociais traz um bom retorno?

Através do procedimento chamado remarketing, você pode impactar as pessoas que visitam sua loja virtual com anúncios nos principais canais, como Google, Facebook e outras redes sociais. Para isso, é necessário instalar os pixels, que é um recurso para captação e análise de dados comportamentais. Com ele, você consegue visualizar os acessos de páginas que seu usuário visitou e o número de cadastros que foram resultado dos anúncios no Facebook e Instagram, por exemplo.

 

Como interagir com o usuário que abandona a compra?

É preciso reconhecer o potencial desse comprador. A dica do head de experiência do cliente da Tray, por exemplo, é disponibilizar um espaço para inserir os dados antes do pagamento. Ter a opção para colocar o e-mail nesse processo é importante porque, caso haja desistência na compra, você terá um ponto de contato para tentar recuperar a venda. Assim, você obterá os dados até mesmo sobre o produto desejado.

 

Qual a melhor forma de fidelizar o cliente?

Para isso, você precisa disponibilizar uma boa experiência inicial na sua plataforma. Se houver uma primeira aderência, ficará mais fácil de traçar o perfil desse comprador e oferecer produtos do interesse dele. Um e-commerce que se mantém em pé precisa focar em vender mais de uma vez para o mesmo cliente. Pois, ele conhece como funciona sua loja, seu atendimento e, principalmente, a qualidade do seu produto.

Pensando nas estratégias de recompra, você pode atrair esse cliente através de promoções na compra de dois itens; ofertando um produto recorrente, que você sabe que ele irá precisar; ou até mesmo oferecendo um item relacionado ao da compra anterior.


CERTIFICADO DIGITAL - RÁPIDO, FÁCIL E SEGURO É CDL!



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp