Famílias com jovens gastam 5% a mais do que ganham e estão no vermelho

Se o aumento do consumo é um dos principais fatores para o aumento da inadimplência, vale a lógica: quanto maior a família, mais elevadas as dívidas. E, quando nessas famílias existem jovens com idade entre 12 e 19 anos, a máxima pode ser ainda mais verdadeira, revelou pesquisa.


04/02/2010 00h00

De acordo com estudo realizado pela Kantar Worldpanel (ex-Latin Panel), famílias brasileiras com jovens gastam 5% a mais do que conseguem ganhar, na comparação com os lares onde eles não existem. Segundo o levantamento, o aumento dos gastos deixaram essas famílias no vermelho.

Despesas com vestuário, telefone e meios de comunicação, além de alimentos, puxam esse endividamento. Tudo isso para atender os desejos de consumo dos jovens.

Vestuário é vilão
Entre os gastos que mais oneram o orçamento das famílias, aqueles com roupas são os grandes vilões. Em lares com jovens, os gastos com vestuário são 43% mais altos do que nos lares onde não há adolescentes.

Os gastos com telefones e internet fazem essas famílias gastarem 9% mais que os demais lares do país. Comer e beber fora de casa, comum entre os jovens, também elevam os gastos das famílias que, na comparação com os demais lares, são 10% maiores.

Compras
De acordo com o levantamento, as famílias de maior renda - que pertencem às classes A e B - são as que mais gastam com os jovens. Nesse segmento da população, as famílias gastam, em média, 8% a mais do que ganham para suprir os desejos de consumo dos filhos.

E, na hora de passar no supermercado, essas famílias também gastam mais por terem jovens em casa. Segundo a pesquisa, as famílias mais abonadas levam 41 categorias de produtos para a casa - quatro a mais que as famílias sem jovens.

Nos segmentos menos abonados da população, o mesmo acontece: famílias com jovens levam seis categorias de produtos a mais que as demais.

Produtos
Entre os produtos mais procurados no supermercado por famílias com jovens, catchup, leite aromatizado, massa instantânea, salgadinhos, modificador de leite, suco em pó e maionese lideram a lista.

Para Christine Pereira, diretora comercial da Kantar, o motivo para que esses produtos sejam preferência entre as famílias com jovens é simples. "São itens práticos, rápidos e saborosos", afirmou, por meio de nota.

Além desses produtos, outros estão crescendo na preferência dessas famílias, como bebida de soja, leite fermentado, água mineral, suco pronto e deo-colônia. "Estes itens se enquadram no perfil de consumo das famílias compostas por adolescentes", afirmou Christine.

Autor: Infomoney


CERTIFICADO DIGITAL - RÁPIDO, FÁCIL E SEGURO É CDL!


1

Dúvidas? Chame no WhatsApp