SINDIVAREJO e o Sindicato dos Trabalhadores decidem em assembleia, por maioria, o fechamento dos Supermercados e similares aos domingos em Campos

Decisão passa a valer no dia 4 de fevereiro.


31/01/2018 15h14

Os supermercados de Campos bem como hortifrútis não funcionarão mais aos domingos, a partir do próximo dia 04/02, anunciou na manhã desta quarta-feira (31/01) o presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Roberto Viana dos Santos. Segundo ele, um aditivo foi incluído na Convenção do Trabalho firmado com o Sindicato dos Empregados do Comércio. A medida vai se estender por um período de quatro meses. Depois o aditivo poderá ser prorrogado ou suspenso.

Roberto Viana dos Santos disse que a medida foi tomada diante da crise financeira que o setor enfrentar, além dos altos custos tributários. Acrescentou que os supermercados vão funcionar de segunda-feira a sábado no horário das 7 às 22h, e que o fechamento aos domingos é experimental seguindo o exemplo do que aconteceu no vizinho estado do Espírito Santo.

- Essa decisão foi validada por assembleia realizada pelo Sindicato dos Empregados, que legitimamente, após votação secreta junto à categoria dos comerciários, empregada neste segmento, aprovou a decisão do fechamento. Votaram favoravelmente 93% dos associados- disse Roberto.

Em uma carta aberta divulgada por sua entidade, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista disse que o setor está “asfixiado” e que a decisão de fechar aos domingos visa acima de tudo preservar os postos de trabalho.

- Não haverá dispensa de funcionários. Eles serão relocados, reforçando o corpo funcional nos demais dias da semana. Desta forma, o atendimento certamente será bem mais ágil e eficiente. Somos um dos maiores empregadores do município e queremos manter esses empregos- afirmou o presidente do sindicato.

O empresário Jolilson Barcelos, dono da maior rede de supermercados do interior do Rio, disse que vai seguir a medida e acredita que nestes 120 dias o mercado local poderá fazer uma avaliação melhor do quadro. Para ele, no momento é preciso realmente seguir o exemplo do Espírito Santo.

Joilson que tem um supermercado no maior shopping de Campos que abre aos domingos disse que sua loja no Boulevard vai seguir o que determina o acordo não funcionando.

Os supermercados que não respeitarem o aditivo da Convenção Trabalhista serão multados. A fiscalização será feita pelo Ministério do Trabalho que já homologou o aditivo.

CONFIRA O DOCUMENTO:


Certificado Digital CDL



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp